in

Criança que faleceu após queda de toboágua caiu de uma altura de 15 metros; brinquedo estava interditado

Davi Lucas de Miranda, de 8 anos, estava junto à família no momento do grave acidente.

G1 | Divulgação

O que parecia ser mais um dia de diversão para a família do menino Davi Lucas de Miranda, de 8 anos, se transformou em tragédia no último domingo (13). De acordo com o site G1, Davi veio à óbito após cair de uma altura de aproximadamente 15 metros ao descer em um toboágua do parque aquático DiRoma, localizado em Goiás.

Publicidade

O menino chegou a ser levado para um hospital municipal da cidade, onde chegou em estado gravíssimo. O brinquedo usado pela criança estaria interditado para manutenção de segurança, e não funcionaria pelos próximos meses. A polícia investiga como Davi, de apenas 8 anos, teve acesso ao toboágua.

Após ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao hospital, o menino foi atendido pela médica Amabia Lacerda. Segundo a profissional, a criança chegou com vida, mas com várias fraturas graves pelo corpo. Davi chegou a ser estabilizado pela equipe médica, sendo levado ao aeroporto para ser transferido para um hospital de grande porte, porém, sofreu uma parada cardiorrespiratória

Publicidade

Ele chegou em estado gravíssimo, com muitos sangramentos, muitas fraturas e a equipe de quatro médicos já entrou imediatamente em ação para atender essa urgência e conseguiu estabilizar“, contou Amabia Lacerda.

Publicidade

Nota do Parque Aquático

De acordo com a administração do Grupo DiRoma, o referido brinquedo estava interditado para manutenção e devidamente sinalizado. Além disso, funcionários do local estariam sempre vistoriando o espaço. O parque afirmou, ainda, que estaria prestando todo apoio à polícia no andamento das investigações. 

Publicidade
Publicidade