in

Bolsonaro posta vídeo do seu último encontro com a mãe; presidente recebeu apoio de políticos

Quando visitou a mãe pela última vez, Bolsonaro chegou a dizer que poderia ser a sua última visita a mãe.

Reprodução/Twitter/Jair M. Bolsonaro

O presidente da República Jair Bolsonaro (PL) compartilhou nesta sexta-feira, 21, um vídeo do seu último encontro com a mãe, Olinda Bonturi Bolsonaro, que morreu nesta madrugada aos 94 anos. Ao compartilhar o registro, o líder do Executivo não revelou quando o encontro aconteceu.

Publicidade

Antes disso, Bolsonaro já havia usado as redes sociais para anunciar a morte da matriarca. Dona Olinda estava internada desde a última segunda-feira, 17, no Hospital São João em Registro, em São Paulo.

Bolsonaro estava em uma viagem oficial ao Suriname quando foi notificado sobre a morte da mãe. O líder do Executivo cancelou sua agenda e retornou ao Brasil para o enterro de Dona Olinda. Além de Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e os filhos do chefe do Executivo também devem comparecer ao enterro de Dona Olinda.

Publicidade

Publicidade

O presidente visitou a mãe em agosto do ano passado. Na época, Bolsonaro chegou a comentar sobre os problemas de saúde de Dona Olinda e afirmou, inclusive, que poderia ser a “última vez” que ele a veria.

Publicidade

Por meio das redes sociais, a família Bolsonaro recebeu mensagens de solidariedade de muitos políticos. O governador de São Paulo, João Doria, por exemplo, destacou que a perda de uma mãe é uma “dor irreparável”.

Ciro Gomes também prestou solidariedade ao presidente por meio do seu perfil no Twitter. O político destacou que, independentemente de suas diferenças políticas, há momentos que superam tudo. O ex-ministro Sérgio Moro também deixou as diferenças políticas de lado nesse momento de luto para Bolsonaro. “Respeito pela dor humana”, escreveu Moro.

Publicidade