in

Bolsonaro chega em SP para o enterro da mãe; Michelle e os filhos também devem comparecer ao local

O presidente cancelou os seus compromissos no exterior e retornou ao Brasil logo após ter confirmado a morte da mãe.

Divulgação/Folha

O presidente da República Jair Bolsonaro (PL) cancelou os seus compromissos no exterior após a perda da sua mãe, Olinda Bonturi Bolsonaro. O presidente estava em Suriname e nesta sexta-feira, 21, iria para Guiana.

Publicidade

No começo desta tarde, Bolsonaro desembarcou no Aeroporto de Congonhas em São Paulo e seguiu de helicóptero até Eldorado, no interior do estado, para participar do velório e enterro da matriarca.

O velório de Dona Olinda teve início às 10h desta sexta-feira, 21. Além do chefe do Executivo, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e os filhos do presidente também devem comparecer ao local.

Publicidade

De acordo com informações, a expectativa é de que o corpo da mãe de Bolsonaro seja enterrado no final do dia, no Cemitério Central da cidade, no mesmo local onde foi enterrado o pai de Bolsonaro, Percy Geraldo Bolsonaro.

Publicidade

A mãe de Bolsonaro morreu aos 94 anos, na madrugada desta sexta-feira, 21. Dona Olinda estava internada no Hospital São João em Registro, localizado no interior de São Paulo.

Publicidade

Jair Bolsonaro usou o seu perfil no Twitter para anunciar a morte da mãe. O chefe do Executivo disse que, com pesar, comunicava a morte de sua querida mãe. O presidente desejou que Deus acolha Olinda em sua infinita bondade e anunciou que já estava se preparando para retornar ao Brasil.

Por meio das redes sociais, além do presidente, familiares e políticos também lamentaram a morte da mãe de Bolsonaro. O chefe do Executivo visitou a mãe em agosto e, na época, chegou a comentar que ela estava doente.

Publicidade