in

Ômicron: 9 sintomas da variante que são mais comuns em pessoas que já foram vacinadas

A variante surgiu na África no mês de novembro do ano passado e já se espalhou para diversas partes do mundo.

Reprodução Mulherup

A variante Ômicron surgiu na África no mês de novembro do ano passado e se espalhou rapidamente por muitos países. A cepa fez com que os casos de Covid-19 disparassem novamente no Brasil. Inclusive, pessoas que já foram vacinadas contra o vírus têm sido contaminadas devido à alta taxa de transmissibilidade da nova variante.

Publicidade

Fato é que nem as pessoas vacinadas estão livres de contrair a infecção pela variante do coronavírus. Os cientistas já comprovaram que a cepa é mais infecciosa do que as outras que já circularam anteriormente. Portanto, é necessário ter atenção aos sintomas da nova forma da enfermidade.

Além de lidar com a pandemia, o Brasil também enfrenta um surto de Influenza. Por isso, é importante saber diferenciar alguns sinais da infecção. Uma análise realizada pelo Zoe Sympton Study App, fez um estudo sobre o impacto da pandemia do coronavírus no Reino Unido e mostrou quais são os nove sintomas mais comuns da variante Ômicron em pessoas vacinadas.

Publicidade
  • Tosse
  • Dor de garganta
  • Coceira no nariz
  • Espirros
  • Dor de cabeça
  • Dor muscular
  • Náuseas
  • Diarreia
  • Erupção cutânea

Tim Spector, professor de epidemiologia genética do King’s College de Londres, comentou que no começo da pandemia do coronavírus os sintomas da enfermidade eram mais claros. Os pacientes que contraiam o vírus apresentavam um quadro de febre, perda de olfato e tosse. Já outros sintomas como dor de cabeça, fadiga, dor muscular e falta de ar era algo menos recorrente.

Publicidade

Com o surgimento da variante Delta já foi notada uma mudança nos sintomas que eram relatados pelos pacientes. Sinais que eram comuns acabaram caindo no ranking e passou a se observar que indivíduos que contraíam essa cepa tinham um quadro clínico diferente, sendo os sintomas mais comuns são dor de garganta, espirro, coriza, tosse e dor de cabeça.

Publicidade
Publicidade