in

Homem tira a vida da esposa, filha e sogra e liga para a polícia: ‘fiz besteira’

Miqueias da Silva Santana, de 30 anos, foi preso em Campinas suspeito de matar a família.

Arquivo pessoal Família Santana

Miqueias da Silva Santana, de 30 anos, foi preso em Campinas (SP), suspeito de matar a esposa, a filha e a sogra. A prisão em flagrante aconteceu na manhã de terça-feira (18), no bairro Vila Aeroporto. Às 9h, o homem pegou o telefone, ligou para a Polícia Militar e admitiu: “fiz besteira”.

Publicidade

O motivo do crime não foi confirmado pela PM, mas há suspeita, baseado em testemunho de uma vizinha, de que a esposa queria se separar e o homem não aceitava. Na noite de segunda-feira, após discussão, ele saiu para comprar refrigerante.

Na volta, Miqueias usou uma enxada e uma pá para tirar a vida de Creuza Aparecida Bernardes, de 71 anos. Na sequência, ele matou a própria filha, Manuella Bernardes Santana, de 3. A esposa, Claudia Bernardes Santos, de 34, foi morta na manhã de terça-feira.

Publicidade

Suspeito foi preso e não demonstrou arrependimento

Miqueias foi preso pela Polícia Militar após ligar para a corporação e confessar o crime. O homem de 30 anos não demonstrou arrependimento em depoimento dado aos policiais. O triplo homicídio será investigado pela 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Campinas.

Publicidade

A pá e a enxada que foram utilizadas no crime foram apreendidas e passarão por perícia. Não foi divulgado a informação de onde e em que horário serão realizados os velórios e sepultamento dos corpos de Creuza, Claudia e Manuella. O crime deixou vizinhos abalados. De acordo com uma vizinha,  a família era: “gente boa, calmos, normal, não aparentavam nada, não ouvia briga […] É muita tristeza”

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!