in

Partido aproveita repercussão do BBB para divulgar suposto ‘pai da vacina’

A publicação feita pelo PSDB foi julgada pelo ministro da saúde como ‘estratégia de marketing’.

Reprodução/Twitter

O partido político de João Doria, o PSDB, aproveitou a grande repercussão do Big Brother Brasil com a confirmação do elenco, para divulgar o suposto ‘pai da vacina’ contra Covid-19. De acordo com a montagem, o ‘pai da vacina’ seria o próprio governador de São Paulo.

Publicidade

Aparentemente a estratégia de marketing não agradou muito. A publicação foi julgada como uma tentativa de mudar a imagem da gestão do governo. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou o governador, “Seu marketing não vai mudar a face da sua gestão.”


Na manhã desta sexta, 14, o ministro já havia criticado João Doria, após o governo de São Paulo ter organizado uma coletiva pública e iniciado a vacinação contra o coronavírus em crianças na faixa etária de 5 a 11 anos. 

Publicidade

O evento foi similar ao que ocorreu em janeiro de 2021 também organizado pelo Governo de São Paulo, onde foi aplicada a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Brasil. Na ocasião, uma enfermeira do Hospital das Clínicas recebeu a vacina.

Publicidade

Na época, João Doria também recebeu várias críticas, uma delas vindas de Eduardo Pazuello, que também passou pelo ministério da Saúde e acusou o governador de estar de se promovendo com a vacinação.

Publicidade

Primeira criança a ser vacinada no Brasil

O pequeno Davi Xavante, de 8 anos, foi a primeira criança a ser vacinada. Ele recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer ao lado do governador João Doria, no Hospital das Clínicas de São Paulo.

Davi é indígena natural do Mato Grosso, mais vive em Piracicaba, interior de SP, onde mudou para dar continuidade a um tratamento no Instituto da Criança do HC. Durante o evento outras crianças também receberam a vacina.

Publicidade