in

Tragédia em Capitólio faz pelo menos 57 vítimas entre óbitos, desaparecidos e feridos; há crianças na contagem

O Corpo de Bombeiros trabalha durante a noite de sábado (8) em busca dos desaparecidos.

Mais Goias/Divulgação

Pelo menos 57 pessoas foram vitimadas pela tragédia ocorrida em Capitólio, região sul do Estado de Minas Gerais, no início da tarde deste sábado (8). Do total, cinco morreram, 20 estão desaparecidos e 32 sofreram ferimentos dos mais variados tipos.

Publicidade

Corpo de Bombeiros trabalha no resgate em Capitólio

De acordo com informações divulgadas pelo coronel Edgard Estevo, do Corpo de Bombeiros do Estado de Minas Gerais, as buscas pelos desaparecidos devem acontecer durante toda a noite de sábado. Equipes de resgate vindas de diversos pontos do estado se uniram, contando com o apoio de grupamentos especiais de salvamento enviados pelo governo. Dentre os mortos, não há identificação dos corpos até o momento.

Com relação aos feridos, pelo menos 32 pessoas tiveram que ser atendidas após a tragédia, sendo a maioria com ferimentos leves. Do total, 23 foram liberadas, ao passo que outras nove seguem internadas, sendo duas pessoas com fraturas expostas na Santa Casa de Piumhi, três com estado de saúde não divulgado na Santa Casa de Passos e outras quatro com ferimentos leves na Santa Casa de São José da Barra.

Publicidade

Imagens comoventes que circulam pelas redes sociais mostram o instante em que crianças também são resgatadas da tragédia. Até o momento, não há distinção exata sobre gênero e idade de cada uma das vítimas.

Publicidade

Divulgadas possíveis causas de tragédia em Capitólio

A região de Capitólio é banhada pelo Lago de Furnas, no Centro-Oeste do estado de Minas Gerais, sendo um ponto de grande atração turística em virtude de sua beleza natural. Como a maior parte do estado, a região é atingida por fortes chuvas no decorrer das últimas semanas.

Publicidade

Além das chuvas, o Corpo de Bombeiros afirma que uma tromba d’água pode ter sido o fator preponderante para causar os deslizamentos. As autoridades devem investigar o ocorrido nos próximos dias em busca de esclarecimentos.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com