in

Médica impede menino de 3 anos de entrar em consultório com a mãe e o irmão, vídeo repercute e ela é afastada

Prefeitura repudiou atitude da profissional de saúde e, após a repercussão de um vídeo do momento, afastou a médica de suas funções.

Reprodução/Redes Sociais

Uma pediatra impediu que uma criança de apenas 3 anos acompanhasse sua mãe e o irmão durante o atendimento médico, o que acabou causando a indignação de testemunhas e usuários das redes sociais. O caso aconteceu na noite da última terça-feira, 4, em uma Unidade de Pronto Atendimento de Santa Luzia, em Belo Horizonte.

Publicidade

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais é possível ver que uma mãe levou seus dois filhos para serem atendidos na UPA. Contudo, a médica pediatra permitiu que apenas um ficasse dentro do consultório por vez.

Diante da recusa da profissional em deixar que as duas crianças ficassem dentro do consultório, um dos filhos da mulher ficou sozinho no corredor do hospital, parando próximo da porta, que logo é bruscamente fechada.

Publicidade

Ainda no vídeo, é possível ver que um morador ficou indignado com o ocorrido. Segundo ele, a médica não queria atender as duas crianças ao mesmo tempo e, diante disso, pergunta: “Que médica é essa?”.

Publicidade


Após a repercussão do vídeo, a equipe do BandNews FM procurou a prefeitura para alguns esclarecimentos sobre o caso. No contato, a prefeitura repudiou a atitude da médica e ressaltou que a profissional foi afastada de suas funções. Ainda de acordo com a prefeitura, a médica pediatra, que não teve o nome divulgado, trabalhava na unidade de saúde há 15 anos.

Publicidade

Há duas semanas, em Maceió, um médico também foi afastado de suas funções após chamar de “porca” a mãe de uma criança, que estava internada no Hospital Geral do Estado. O afastamento do profissional, que também não teve a identidade revelada, foi divulgado pelo secretário de Saúde de Alagoas, Alexandre Ayres, por meio do seu perfil nas redes sociais.

Publicidade