in

Inglaterra anuncia fim das restrições impostas para viajantes por conta da variante ômicron

Medidas restritivas haviam sido aplicadas após o surgimento da nova mutação do coronavírus.

REUTERS/AGÊNCIA BRASIL

Apesar do cenário alarmante de casos da Covid-19, o governo do da Inglaterra anunciou na última quarta-feira (5) o término das restrições às viagens do exterior por conta da nova variante Ômicron, que se mostra mais incisiva no contágio, mas muito menos letal comparado com outras cepas.

Publicidade

A decisão, segundo o primeiro-ministro Boris Johnson, deve-se ao fato da Ômicron já ser dominante na região, e por isso não há mais motivos para exigir restrições complexas. “Agora que a variante ômicron é tão dominante, estas medidas só têm um impacto limitado no aumento do número de casos, enquanto continuam causando custos significativos para a indústria do turismo”, disse Johnson, em pronunciamento dado no Parlamento.

Publicidade

Diante disso, a partir desta sexta-feira (6), os viajantes que embarcarem para a Inglaterra não serão mais obrigados a apresentar um teste negativo da Covid-19 antes de embarcar, em caso de vacinados. Anteriormente, era necessário uma testagem para entrar no país.

Publicidade

O teste do “segundo dia” segue sendo necessário. Nele o passageiro tem até dois dias para realizar o exame após desembarcar no Reino Unido. Contudo, diferente das restrições anteriores, ele não necessariamente precisa ser um RT-PCR, e o passageiro não é obrigado a ficar em isolamento, como foi definido quando os primeiros casos da ômicron passaram a ser identificados. 

Publicidade

Pressão

Nas últimas semanas, o primeiro-ministro Boris Johnson recebeu forte pressão do seu partido para não adotar medidas mais restritivas na Inglaterra, mesmo diante do cenário crescente de casos de infecção oriundos da cepa Ômicron.

Outros países da Europa, por exemplo, como Alemanha e França fixaram políticas mais rígidas. Até mesmo vizinhos da Inglaterra, como País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte aplicaram medidas de restrições com fechamentos de boates, limitação de grandes reuniões e entre outras aglomerações. 

Publicidade