in

Médico traz detalhes sobre problema de saúde de Bolsonaro e faz difícil anúncio: ‘Pelo resto da vida’

Em vídeo, profissional detalhou questões de saúde do presidente do Brasil, após a facada que sofreu nas eleições de 2018.

Rayza Leite / AFP

Jair Messias Bolsonaro, o presidente do Brasil, está fora de suas atividades para cuidar da saúde desde a madrugada de domingo para segunda-feira (03/01). A autoridade máxima do país está tratando uma obstrução intestinal, consequência da facada que levou em 2018 durante as eleições em que concorreu como presidente. O político foi levado, às pressas, para São Paulo, e seus médicos cuidam de sua saúde neste momento.

Publicidade

Em uma entrevista exclusiva para o canal de notícias TV News, o doutor Maxwell Boga, cirurgião digestivo formado pela Unicamp e presidente e fundador do Instituto de Cirurgia Avançada Digestiva, falou sobre o estado de saúde de Bolsonaro e como se dá o tratamento para esses casos.

Maxwell não cuida do presidente, mas explicou o que se faz em uma obstrução intestinal. Veja abaixo o vídeo da entrevista completa.

Publicidade

Médico explica problema de saúde de Bolsonaro e faz alerta 

Maxwell falou de forma abrangente que o quadro de obstrução intestinal é quando, por algum motivo ou fator mecânico existe alguma interrupção na passagem de líquidos e sólidos no interior do intestino de uma pessoa. Um dos motivos podem ser cicatrizes de cirurgias ou tumores. 

Publicidade

“O intestino não consegue permitir a passagem de líquidos e secreções e isso causa muitos problemas”, relatou o médico, esclarecendo que a dor abdominal obriga o paciente a buscar assistência médica, como foi o caso de Bolsonaro.

Publicidade

No momento, Bolsonaro passa por exames que deverão avaliar se o presidente irá mesmo para cirurgia. Doutor Maxwell explicou que existe o exame clínico, por meio do toque, e os complementares, como o raio-x ou demais. O médico disse, ainda, que o presidente sofreu uma lesão grave controlada pela equipe médica, e uma lesão no intestino.

“A principal causa de obstrução intestinal são as aderências, cicatrizes internas formadas no abdômen manipulado”, disse o médico. 

O médico disse que Bolsonaro está recebendo um tratamento conservador, com jejum, passagem da sonda e controle da dieta. Caso haja melhora clínica, haverá o retorno da rotina. Porém, Bolsonaro deverá se atentar para sua saúde, pois “as consequências dessa facada e múltiplas cirurgias devem acompanhar o presidente pelo resto da sua vida”. 

A facada relatada pelo médico aconteceu durante um evento de campanha. Na época, Bolsonaro foi acolhido por eleitores e retirado do local para o hospital.

Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.