in

Mulher vê marido, filho e neto morrerem afogados no Natal: ‘Nós escutamos um grito de socorro e vimos uma mão’

A feirante Soneide de Santana Ramos contou detalhes da tragédia envolvendo sua família.

Integração e Facebook (Reprodução G1)

Uma tragédia marcou o Natal da feirante Soneide de Santana Ramos, de 51 anos, que presenciou o óbito do marido, filho e neto. A tragédia ocorreu em região situada entre os municípios de Itaruma – MG e Ouroeste – SP, quando a família se divertia nas águas do Rio Grande.

Publicidade

Segundo relato divulgado pelo G1, Soneide esclareceu que, inicialmente, o rio estava vazio, porém, começou a encher de forma muito rápida, momento em que a feirante, seu marido e quatro filhos optaram por sair da água, com êxito.

Ocorre que o genro de Soneide, bem como o filho deste, não conseguiram sair a tempo, tendo o marido da feirante, seu filho e neto retornado para tentar ajudar e evitar o afogamento: “Eu, minhas três filhas, meu esposo e meu filho conseguimos sair da água. Meu genro estava bem atrás, com o filho, mas não deu tempo de sair. Nós escutamos um grito de socorro e vimos uma mão”, relatou a moça.

Publicidade

Soneide informou que todos sabiam nadar, mas não deram conta da força das águas. Gilson Alves Ramos, de 60 anos, Gilsonei de Santana Ramos, de 33, Pablo Ruan Ramos Silva, de 12, e Kaique Eduardo Maximiano Estrela da Silva, de 9, se afogaram na noite de Natal, sábado (25).

Publicidade

A feirante destacou que não consumiram bebidas alcoólicas durante o passeio, que se tornou uma verdadeira tragédia. Soneide aproveitou para ressaltar a louvável atitude de seu marido, filho e neto, considerados verdadeiros heróis: “Aconteceu tudo de uma forma muito rápida. Não deu tempo para o enteado da minha menina se salvar. Os outros faleceram, porque foram tentar socorrê-lo. Eles foram heróis.”, disse Soneide.

Publicidade
Publicidade