in

Pai médico que perdeu a filha de 7 anos vítima da Covid faz apelo por vacina

Menina morreu em janeiro e pai pede vacina para crianças da idade dela; Anvisa autorizou vacinação.

Reprodução EPTV

Alicia da Rocha Novaes Silva tinha apenas 7 anos e morreu em decorrência das complicações causadas pela Covid-19. A menina não tinha comorbidades e a morte abalou a família. O caso aconteceu em janeiro deste ano. No último dia 18, o falecimento da pequena Alicia completou 11 meses.

Publicidade

O pai dela, o médico Rodolfo Aparecido da Silva, deu entrevista ao g1 e falou sobre a perda. “Sábado fez 11 meses que perdemos a Alicia”, disse ele. Médico, Rodolfo aproveitou também para fazer campanha em prol da vacinação contra a Covid-19 para crianças.

Segundo ele, as pessoas têm uma ideia errada de que crianças não se contaminam. Como médico, Rodolfo pediu a liberação da vacina para a faixa etária de sua filha. O profissional de saúde afirmou que o imunizante teria evitado muitas mortes, inclusive a da filha.

Publicidade

Anvisa autoriza vacina para crianças de 5 a 11 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou no último dia 16 de dezembro a vacinação para a faixa etária de 5 a 11 anos. O imunizante liberado pela Anvisa é o da Pfizer. Na segunda-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o governo ainda não tem prazo para iniciar a vacinação de crianças.

Publicidade

Antes disso, o ministro havia informado que haverá uma audiência pública que definirá sobre a vacinação de crianças. Esta audiência está marcada para o início do ano. No dia 5 de janeiro, a pasta deve tomar a decisão final sobre a vacinação. Para o pai de Alicia, é importante que a liberação aconteça logo. Segundo ele, o país registrou mais de oito mil mortes de crianças por causa da Covid-19 em 2021.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!