in

Atenção mamães: menino de apenas 10 anos vem a óbito ao extrair dente; dentista afirma que estava preparada

Segundo informações divulgadas pela prefeitura de Igarapé, os socorristas encontraram o garotinho em estado de choque.

Fotomontagem por Vieira Filho - Correio 24 horas / G1

Nesta segunda-feira (20), o que para muitos pode ser considerado algo rotineiro, tornou-se uma verdadeira tragédia na cidade de Igarapé, situada na região metropolitana da grande Belo Horizonte – MG, capital mineira. Um menino de apenas dez anos veio a óbito após passar por um procedimento de rotina em uma clínica odontológica.

Publicidade

A prefeitura do município de Igarapé confirmou que, no momento em que os socorristas chegaram ao local da ocorrência, o garotinho estava em estado de choque, chegando sem vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A mãe do menino de apenas dez anos relatou que compareceu com o filho na clínica odontológica para a realização de procedimento voltado à extração de dente. O local onde foi realizado o procedimento situa-se próximo à uma UPA da cidade, o que não impediu o óbito da criança.

Publicidade

Conforme as informações, os socorristas demoraram aproximadamente treze minutos para chegarem no local. Após o óbito, uma equipe da Polícia Civil fora enviada para a realização dos exames periciais e de apurações acerca da causa da morte.

Publicidade

No entanto, até o momento, a corporação responsável apenas divulgou que a ocorrência encontra-se em andamento, sendo que novas conclusões acerca do ocorrido serão divulgadas em momento oportuno.

Publicidade

Em entrevista ao G1, o advogado da dentista responsável pelo atendimento da criança informou que se tratava de um procedimento rotineiro, todavia, houve uma complicação, a qual não foi especificada pelo defensor da profissional.

Segundo relato concedido pelo tio do garotinho, a mãe da vítima chegou a perguntar à dentista sobre a possibilidade de hemorragia durante o procedimento, tendo a profissional afirmado que esta era mínima e, ainda que viesse a ser concretizada, estava preparada para lidar com a situação: “A dentista falou que ‘se tem é pouca coisa, mas estamos preparados para isso‘”, apontou o tio.

Publicidade