in

Bolsonaro testa negativo para a Covid-19 e recebe liberação para acompanhar posse no STF

Chefe do Executivo teve que realizar uma testagem para receber a autorização positiva.

Flickr - Palácio da República

Em contato com o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro (PL) informou que testou negativo para a Covid-19, e solicitou liberação para poder acompanhar a posse de André Mendonça, marcada para ocorrer nesta quinta-feira (16). O chefe do Executivo realizou uma testagem nos moldes RT-PCR.

Publicidade

Para acompanhar o evento no STF, os participantes devem apresentar o comprovante de vacinação completa ou realizar um exame dentro de um prazo estipulado. Como não foi imunizado contra a Covid-19, por decisão própria, o presidente da República se enquadra no segundo caso.

A decisão do Supremo de autorizar a volta do público durante as sessões da Corte passou a vigorar no mês de novembro. Neste cenário, passou a ser exigido a vacinação completa para ter ‘passe livre’. Quem foi vacinado com uma dose, precisa apresentar um teste negativo para a Covid-19 feito até 72h antes do prazo da reunião. 

Publicidade

Durante os encontros, é obrigatória a utilização de máscaras de proteção facial, bem como é praticado o distanciamento social. 

Publicidade

Crítico da vacina, Bolsonaro já disse inúmeras vezes que não se vacinou e não tem pretensões de ser imunizado. O chefe do Executivo ainda se mostra contrário à criação do passaporte de vacina para locais fechados. 

Publicidade

Recentemente, quando viajou para uma reunião da ONU nos Estados Unidos, Bolsonaro foi impedido de entrar em alguns locais fechados justamente pelo fato de não ter se vacinado contra a doença, que já vitimou milhares de pessoas em quase dois anos. 

Novo indicado

André Mendonça tomará posse após Marco Aurélio Mello, de 75 anos, solicitar a aposentadoria do cargo. Neste cenário, Jair Bolsonaro o escolheu como substituto para ocupar a cadeira na Corte. 

Publicidade