in

Quem são as vítimas das intensas chuvas na Bahia; 11 pessoas perderam a vida

Onze pessoas morreram, devido às chuvas intensas que atingem o sul da Bahia desde a semana passada.

Reprodução G1

O número de mortos após seis dias de muita chuva em diversas cidades da Bahia chegou a 11 nesta segunda-feira (13). A tragédia, que assola o sul do estado, atingiu 51 cidades e impactou 220 mil pessoas na região. Além dos mortos, outras 267 pessoas ficaram feridas.

Publicidade

Uma das vítimas é o pescador Edilázio Silva do Carmo, de 40 anos, que aparece à esquerda na foto abaixo. O corpo dele foi encontrado por colegas de profissão em Corumbau, na manhã do sábado. Nesta segunda, foi encontrado o corpo de Antônio Tovi dos Santos. Ele aparece no centro da imagem abaixo.

As duas crianças na foto são Ana Cecília, de 9 anos, e irmão, Cícero Neto, de 4. Os dois morreram soterrados em Itamaraju. A casa onde eles estavam desabou. Ediel, de 26 anos, tio das crianças, também perdeu a vida. As mortes foram confirmadas na quarta-feira.

Publicidade

Publicidade

Mãe e filha morreram na Bahia

Na zona rural da cidade de Amargosa, morreram Elita Pereira, de 80 anos; e Eliana Pereira, de 40. A casa onde elas moravam desabou. As duas foram soterradas e não resistiram. Gildásio Ribeiro, de 89 anos, marido de Elita e pai de Eliana, segue desaparecido.

Publicidade

Em Macarani, foi registrada a morte de Leandro de Jesus. Ele tentou passar por uma ponte atingida pelas chuvas, desiquilibrou e foi levado pela correnteza. As vítimas das cidades de Ruy Barbosa (uma pessoa) e em Itaberaba (duas pessoas) não tiveram as identidades reveladas até o fechamento desta reportagem. O presidente Jair Bolsonaro e o governador da Bahia, Rui Costa, sobrevoaram o local da tragédia no domingo.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!