in

Três mulheres perdem a vida após tromba d’água atingir cachoeira de SP: ‘força aos familiares’

Corpo de Bombeiros trabalhou nos resgates na cidade de Lavrinhas e três mortes foram confirmadas.

Corpo de Bombeiros de São Paulo

Três pessoas morreram após tromba d’água atingir cachoeira da cidade de Lavrinhas, interior de São Paulo, neste domingo (12). O Corpo de Bombeiros compareceu ao local para realizar o resgate. Ao todo, 16 pessoas foram socorridas. Uma mulher está desaparecida. As buscas continuariam nesta segunda-feira.

Publicidade

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a cidade do interior de São Paulo foi afetada por chuvas. As pessoas se divertiam na cachoeira do Rancho Zé Neto, localizada na cabeceira do Rio do Braço. O nível subiu rapidamente e não houve tempo de escapar.

Algumas pessoas foram arrastadas pela água. Assim que o Corpo de Bombeiros iniciou o trabalho de resgate, três corpos foram encontrados. As identidades das mulheres não foram reveladas. As idades delas são 22, 29 e 65 anos.

Publicidade

O Corpo de Bombeiros se manifestou em sua conta oficial no Twitter. “Informamos infelizmente que mais 1 vítima em óbito foi encontrada subindo o número para 3. As buscas serão retomadas amanhã. Força aos familiares”, escreveu o perfil da corporação no microblog, se solidarizando com os familiares das vítimas fatais.

Publicidade

como chamar os bombeiros?

Em caso de ocorrência em que há necessidade de resgate, quem quiser chamar o Corpo de Bombeiros deve ligar para o número 193. Vale lembrar que o telefone 192 é do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o 190 é da Polícia Militar. No acidente na cachoeira, o mais adequado era realmente chamar os bombeiros, que estão preparados para este tipo de ocorrência e salvamento.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!