in

Enchentes na Bahia faz 7 vítimas fatais, 175 feridos e mais de 70 mil pessoas afetadas

Chuvas de 450 mm atingiram sul da Bahia e norte de Minas Gerais nos últimos dias.

Reprodução Correio 24 Horas

As fortes chuvas que atingiram a região sul da Bahia – e também o norte de Minas Gerais – causaram cenário de devastação. Nos últimos dias, chuvas torrenciais atingiram a região e afetaram diretamente a vida de milhares pessoas nas cidades atingidas.

Publicidade

Os números da tragédia impressionam. Até este domingo (12) o saldo era de sete mortes, 175 feridos quase quatro mil desabrigados e 70 mil pessoas afetadas diretamente pelas chuvas intensas de impressionantes 450 mm na região. O governo do estado reconheceu o estado de emergência em 25 cidades baianas. Serão 180 dias em emergência.

As chuvas intensas foram provocadas por um ciclone extratropical formado na costa sul. Estradas e pontes têm sido destruídas pela força das águas. Jair Bolsonaro (PL) e uma comitiva presidencial formada por ministros sobrevoou a região atingida pelas chuvas fortes.

Publicidade

Publicidade

Acompanharam o presidente no voo sobre a região os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, da Cidadania, João Roma, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Queiroga é natural da região.

Publicidade

Chuvas fortes na Bahia deixam sete mortos

Um ciclone extratropical se aproximou da costa brasileira e provocou as chuvas intensas no sul da Bahia e no norte de Minas Gerais. O volume chegou a 450 mm. As imagens das enchentes que circulam pelas redes sociais mostram o estrago causados pela água. Uma geladeira foi improvisada para levar mulher e crianças em meio ao alagamento. Em outra imagem, uma pessoa é retirada de uma casa pelo telhado.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!