in

Mulher encontra corpo de bebê ao descongelar geladeira de casa; criança estava lá há 1 ano

Caso aconteceu em Belo Horizonte, e dona de casa percebeu que se tratava de uma criança ao encontrar pé humano na geladeira.

Reprodução TV Globo

Na última terça-feira (30), um bebê foi encontrado, sem vida, dentro de uma geladeira. O caso aconteceu na região do Barreiro, na cidade de Belo Horizonte (MG). A criança estava envolvida por uma sacola e ficou dentro do eletrodoméstico por um ano.

Publicidade

A dona de casa Susy Costa, de 56 anos, foi a responsável por encontrar o corpo da criança, enquanto fazia uma limpeza da geladeira da residência. De acordo com depoimento fornecido à Polícia Militar, ela havia recebido o saco de uma vizinha, a suposta mãe do bebê.

Na ocasião, a mulher, conhecida como Grazi, alegava que se tratava de um pedaço de carne e pediu a Susy que guardasse dentro de sua geladeira, pois não tinha condições de refrigerar o alimento. O tempo passou e Grazi sempre dava desculpas pela demora ao buscar a sacola.

Publicidade

Nesta semana, ao realizar a limpeza do eletrodoméstico, a dona de casa se deparou com um pé humano dentro do saco, em seu congelador. De acordo com entrevista oferecida à TV Globo pela faxineira Simonia Salgueiro, irmã de Susy, a dona de casa não possuía contato frequente com a suposta mãe da criança.

Publicidade

Segundo Simonia, Grazi deixou a carne com Susy, alegando que daria para uma pessoa. Após o ocorrido, a suposta mãe teria sumido do bairro e mantido contato apenas pelo WhatsApp. Quando a dona de casa dizia que iria jogar a carne fora, Grazi não deixava e falava que iria buscar.

Publicidade

Informações da Polícia

Segundo informações recolhidas pela PM, Grazi e Susy frequentavam a mesma igreja. Além disso, a Polícia descobriu que, enquanto Grazi estava grávida, tentou esconder sua gestação com uma cinta. Após o nascimento, a mulher enrolou a criança na cinta, em uma sacola e em um saco preto, entregando, assim, como um pedaço de carne para Susy.

A dona de casa não quis ser entrevistada até o momento. O corpo do bebê foi conduzido para o IML, local em que a perícia constatou se tratar de uma menina.

Publicidade