in

Brasileiro testa positivo ao chegar da África, local com foco da nova variante do coronavírus; Anvisa monitora

O passageiro que testou positivo para o vírus está sendo monitorado e cumprindo quarentena em casa.

Reprodução MidiaMax

O mundo está em alerta após ter sido detectada uma nova variante do coronavírus na África do Sul. Temendo uma nova onda de contaminações, muitos países já tomaram decisão de fechar as fronteiras para evitar que a mutação do vírus se alastre. A pandemia está prestes a completar dois anos e já fez milhares de vítimas fatais no mundo inteiro.

Publicidade

Neste domingo, 28 de novembro, a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, comunicou que foi identificado um caso de Covid-19 em um brasileiro que teve passagem pela África do Sul, país que está enfrentando a nova variante que recebeu o nome de Ômicron. Contudo, ainda não foi confirmado se existe alguma relação da pessoa contaminada com a nova cepa do vírus.

Ainda conforme a agência, o passageiro desembarcou no aeroporto de Guarulhos neste último sábado, 27 de novembro, em um voo da Ethiopian Airlines. O homem foi colocado em quarentena e vai cumprir o isolamento em sua residência. Através de uma nota, a Anvisa relatou detalhes sobre a chegada do brasileiro que testou positivo para o coronavírus.

Publicidade

“O passageiro em questão chegou ao Brasil com teste negativo, assintomático. No entanto, após sua chegada, a Anvisa foi informada às 21h12 do dia 27/11 sobre o resultado positivo de novo teste de RT-PCR, realizado pelo laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos”, informou a agência através de um comunicado oficial.

Publicidade

Os órgãos oficiais de vigilância foram comunicados e notificados sobre o caso ainda durante a madrugada. O CIEVS – Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde e a Vigilância Epidemiológica da cidade de Guarulhos vão acompanhar o caso.

Publicidade

A Anvisa fez uma recomendação importante para tentar evitar a entrada da nova variante Ômicron no Brasil. Neste sábado (27), o órgão orientou que sejam proibidos o desembarque de voos com passagem ou vindos diretamente da África do Sul. No Brasil, o número de vítimas fatais ultrapassou a marca de 600 mil vidas perdidas em virtude do vírus.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.