in

Reino Unido registra casos de nova variante da Covid-19 e liga alerta

Mais quatro países foram colocados na ‘lista vermelha’ na região britânica.

Reprodução - Globo

O surgimento de uma nova variante do coronavírus em solo africano tem deixado a comunidade científica mundial em alerta. Neste sábado (27), o Reino Unido confirmou o registro de dois casos da ômicron. A informação foi anunciada pelo ministro da Saúde, Sajid Javid.

Publicidade

Segundo ele, a constatação veio da Agência de Segurança de Saúde, que identificou casos da variante em Nottingham, e Chelmsford. Javid informou que os casos são relacionados e ligados com uma conexão de viagens com destino à África Austral. 

“Esses indivíduos ficarão isolados com suas famílias enquanto mais testes e rastreamento de contato estão em andamento”, pontuou Javid. Em função deste cenário, o Reino Unido realizará testes adicionais nas áreas afetadas. 

Publicidade

Além disso, a região irá colocar mais quatro países da África na lista vermelha: Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia. Pessoas residentes no Reino Unido que vierem dessas nações terão que cumprir uma quarentena em um hotel determinado pelo governo por dez dias. Os não residentes não poderão desembarcar. 

Publicidade

A lista de restrições já contava com África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

Publicidade

Casos na Alemanha 

Em solo germânico, as autoridades sanitárias identificaram um caso que ao que tudo indica pertence à variante ômicron. Um homem que retornava da África do Sul, acabou testando positivo para o coronavírus, e após análises preliminares foi constatada mutações como da nova variante. 

A ômicron preocupa pelo fato de ter 50 tipos de mutações, algo nunca visto anteriormente pela comunidade científica. Ainda não há a informação se esta variante consegue “driblar” a proteção das vacinas existentes. 

Publicidade