in

Pais se revoltam após a professora da Apae usar ‘bombril’ para representar cabelo crespo; ela foi demitida

Caso aconteceu em uma escola da Apae de Minas Gerais e tem repercutido nas redes sociais.

CN1/G1

Em meio a tanto conteúdo que promove atitudes antirracistas, com diversos recursos para aprender como agir e como atuar em nome dessa importante luta, uma professora de Minas Gerais vai pelo caminho contrário em trabalho com seus alunos.

Publicidade

Uma professora solicitou que seus alunos usassem palha de aço para representar os cabelos de uma pessoa negra. O caso aconteceu em uma unidade de ensino que fica em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. A docente pediu desculpas dizendo que não queria ofender a ninguém.

A profissional concedeu uma entrevista para a TV Globo e na oportunidade disse que antes de aplicar tal atividade, ela compartilhou um texto com as famílias dos alunos sobre instituições empresariais que pedem que seus empregados alisem os seus cabelos. A docente disse que quis provocar essa reflexão nas famílias.

Publicidade

A repercussão do caso foi tamanha que a escola, administrada pela Apae, demitiu a professora que atua como docente há mais de 20 anos. Inicialmente, ela falou sobre o referido texto de empresas que pedem para alisar o cabelo e pediu para que os alunos apresentassem texturas em cabelos além do liso.

Publicidade

“Pedi que a mãe refletisse e, em cima disso, eu ia trabalhar uma textura usando o bombril. A minha intenção foi para quebrar o preconceito. Eu não quis ofender ninguém”, falou a profissional de ensino.

Publicidade

Em seguida a professora disse que pediu perdão humildemente para todos que ela ofendeu e que poderia pedir desculpas um por um para quem não gostou de sua atitude. A Secretaria Municipal de Educação se colocou à disposição para quem precisar de orientação e capacitação.

Publicidade

Escrito por Nado Calegari

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .