in

Mãe dá à luz quadrigêmeas, mas não resiste e morre aos 37 anos: ‘estamos bem abalados’

As bebês foram encaminhadas à unidade de terapia intensiva; Rosineia tinha outras duas filhas.

Divulgação Aline Souza

Rosineia Tomaz Garcia tinha 37 anos e estava grávida de quadrigêmeas. As crianças vieram ao mundo na madrugada de segunda-feira (8), em Criciúma, sul de Santa Catarina. Antes de engravidar, a mulher já tinha duas filhas.

Publicidade

O hospital onde o parto foi realizado e onde Rosineia foi encaminhada à unidade de terapia intensiva e não resistiu informou que não vai se manifestar sobre o ocorrido. Rosineia trabalhava na Apae da cidade de Morro da Fumaça, município vizinho a Criciúma.

A Apae lamentou o falecimento de Rosineia e se solidarizou com a família enlutada. As primeiras informações sobre o caso apontam que a mulher teve um problema de saúde e foi encaminhada à UTI. Ela não resistiu e teve a morte confirmada momentos depois.

Publicidade

“Sou colega de trabalho dela há bastante tempo, estamos bem abalados com a notícia”, afirmou a funcionária da Apae identificada como Luciana em entrevista ao TNSul.

Publicidade

O corpo de Rosineia seria velado a partir das 20h de segunda-feira. O sepultamento estava marcado para as 10h desta terça-feira. A última atualização sobre o estado de saúde das quatro bebês mostravam que elas estavam na UTI, mas sem detalhes.

Publicidade

Mãe de trigêmeos também morreu

Em fevereiro, na cidade de Itajaí, também em Santa Catarina, uma mulher de 32 anos morreu após dar à luz trigêmeos. Camila Cassimiro da Conceição sofreu choque hemorrágico após ter atonia uterina – impedimento da contração do útero – e morreu dois dias depois do parto. O caso causou comoção nas redes sociais à época.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!