in

Em homenagem comovente no Dia de Finados, pai do menino Henry lamenta morte brutal do filho: ‘Atrocidade’

No texto, Leniel Borel relembrou os momentos que viveu com seu filho e relatou que está sofrendo muito.

Foto: Reprodução/ Instagram @lenielborel

Na noite desta terça-feira (02/11), o pai do menino Henry, Leniel Borel publicou em suas redes sociais um texto emocionante lembrando os momentos em que viveu com o filho.

Publicidade

Durante o texto, o pai, ainda inconformado com a morte brutal de seu filho, afirmou que ninguém nunca está preparado para perder alguém que se ama. Disse também que não consegue esquecer a última frase que falou para Henry, em que prometia buscá-lo no próximo final de semana e que, infelizmente, não aconteceu.

O engenheiro lamentou ter que homenagear o pequeno Henry no Dia de Finados. Disse também que nunca vai entender o motivo que levou sua mãe, Monique Medeiros, e o vereador Jairinho, a cometer tal atrocidade.

Publicidade

“Nunca imaginava que teria que homenagear meu filhinho em um dia como este, um dia triste, dia de lembranças, dia de muita saudade”, disse Leniel.

Publicidade

Ele ainda afirmou que tem lutado diariamente contra a tristeza, a saudade e o luto, e relatou que tem sido difícil deixar para trás todos os planos e sonhos que idealizou para Henry.

Publicidade

Leniel também disse que um pai nunca espera ter que passar por esse momento, já que pela ordem natural, o pai que deve ser enterrado pelo filho.

https://www.instagram.com/p/CVycfFpLfVs/

O engenheiro aproveitou o momento para pedir orações para o filho, e também pediu para que as pessoas rezem por todas as crianças que podem estar sofrendo maus-tratos caladas, sem ter a quem recorrer. Por fim, ele afirmou que está lutando por justiça e disse que quer saber a verdade e o que realmente aconteceu na noite em que seu filho morreu.

Henry Borel, morreu no dia 8 de março deste ano e tinha apenas 4 anos. O laudo pericial constatou que o menino sofreu 23 lesões. O padastro Jairo dos Santos Souza e a mãe do menino, Monique Lopes estão presos e acusados de matar a criança.

Publicidade