in

Menina de 7 anos morre após cair e torcer joelho na escola, família alega descaso e hospital se manifesta

O tio da criança fez um desabafo sobre a morte da sobrinha de apenas sete anos de idade.

G1

Uma criança de apenas sete anos morreu após ter sofrido uma torção no joelho. A menina caiu na escola e após o acidente esteve no hospital por três vezes. Ela foi atendida na Santa Casa de Cação Bonito, em São Paulo. O tio da menina acredita que aconteceu um descaso por parte do hospital do município.

Publicidade

Em uma entrevista concedida ao portal de notícias G1, Rubens Silvério, tio da menina, relatou que a sobrinha Lorrane Victória acabou se machucando na escola onde estudava, em Capão Bonito, interior paulista. A mãe foi comunicada do acidente e logo buscou a filha levando até a Santa Casa.

Ela fez uma radiografia, recebeu medicação e depois foi mandada para casa. De acordo com os familiares, Lorrane estava sentido dor na perna, além de apresentar um quadro de febre, vômito, que os médicos associaram a uma virose.

Publicidade

Conforme informado pelo tio, a perna da sobrinha começou a ficar inchada e ela retornou ao hospital. Desta vez, a criança teve uma tala colocada em sua perna e foi liberada novamente.

Publicidade

Ao ser levada pela terceira vez para atendimento no hospital, o tio disse que a menina foi atendida por um pediatra. Os familiares relataram que Lorrane estava com a boca arroxeada e necessitou de oxigênio. Após uma radiografia no estômago a médica viu que havia um edema no fígado e já pediu a transferência da criança para Sorocaba e a realização de outros exames. Porém, a pequena morreu à caminho do hospital.

Publicidade

“Foi descaso porque não tem pediatra. Só no terceiro atendimento que teve. E dava tempo, eu acredito muito que dava tempo”, desabafou o tio.

A Santa Casa divulgou uma nota confirmando o atendimento da criança, mas negou que tivesse tido omissão durante o atendimento da paciente. A instituição alegou que no terceiro atendimento ficou constatado que o caso poderia se tratar de algo potencialmente grave por causa dos novos sintomas.

Por esse motivo, a remoção da paciente teria sido solicitada para outra cidade com mais recursos. O corpo da menina foi encaminhado ao IML – Instituto Médico Legal para que a causa da morte seja esclarecida. O tio disse que a cidade toda está em luto e comentando o assunto.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.