in

Damares conversa sobre vacinação de indígenas com diretor-geral da OMS

Ministra ressaltou índice de imunização nos povos tradicionais.

© Alex Pazuello / Prefeitura de Manaus

O desempenho do Brasil na vacinação de povos indígenas contra a covid-19 foi tema do encontro entre a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom. A reunião ocorreu na sede da OMS em Genebra, na Suíça.

Publicidade

No encontro, Damares mencionou o índice de vacinação de povos tradicionais. Desde setembro, de acordo com a ministra, 80% da população indígena está totalmente imunizada contra a covid-19. Segundo o Ministério dos Direitos Humanos, Adhanom elogiou a marca alcançada, disse entender os desafios logísticos do Brasil em vacinar comunidades isoladas e citou o sistema brasileiro de saúde pública como exemplo a ser replicado no mundo.

A ministra também citou o reconhecimento como política de direitos humanos do atendimento a pessoas com doenças raras e suas famílias e também mencionou a mortalidade de idosos em abrigos. Segundo Damares, a taxa de mortes nessa categoria está baixa porque o grupo teve prioridade na vacinação e porque uma cadeia de atendimento foi acionada para adotar medidas sanitárias.

Publicidade

Outro tema discutido foram as políticas de incentivo à amamentação e ao acompanhamento de mães e de bebês por equipes de saúde da família. De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos, os representantes da OMS informaram que pretendem vir ao Brasil em breve conhecer a iniciativa.

Publicidade


Publicado em 02/11/2021 – 16:39 Por Agência Brasil – Brasília

Publicidade


Edição: Fernando Fraga

Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.