in

Sobrevivente de desabamento da gruta relata momentos de angústia: ‘Vi acontecendo’

Nove pessoas que faziam treinamento no local morreram após serem soterrados no desmoronamento.

G1

A queda do teto de uma gruta em Altinópolis, São Paulo, deixou nove pessoas mortas neste último domingo, 31 de outubro. Antônio Marcos Caldas Teixeira, de 38 anos, bombeiro civil, é um dos sobreviventes da tragédia. O homem está hospitalizado na Santa Casa de Batatais e deu alguns detalhes sobre o acidente que quase custou sua vida.

Publicidade

“Vi acontecendo mais ou menos, mas não deu tempo de sair, de levantar, daí caiu uma pedra em cima de mim, grande”, relatou o sobrevivente. Antônio Marcos estava no grupo de 28 pessoas que realizava um treinamento desde o último sábado, 30 de outubro.

Antônio Marcos fazia parte do grupo de bombeiros civis e instrutores que estavam fazendo treinamento desde o último sábado, 30 de novembro, na gruta chamada Duas Bocas. Ao lado da Gruta do Itambé, o local é bastante conhecido por ser ponto turístico da região. No entanto, acaba não sendo muito visitada devido à dificuldade de acesso que é feito por meio de uma trilha na mata.

Publicidade

O homem teve o corpo parcialmente soterrado no momento do acidente. Ele relatou que o amigo Diego Gomes estava ao seu lado quando tudo aconteceu. Quando os socorristas chegaram, ele pediu para que ajudassem primeiro o amigo. O grupo passaria a noite na gruta como parte do treinamento.

Publicidade

Infelizmente, perto das 0h do domingo, o teto do local acabou desmoronando sobre o grupo que acampava poucos metros depois da entrada da gruta. O socorro foi acionado e o Corpo de Bombeiros começou as buscas por sobreviventes. O bombeiro civil mora na cidade de Franca, interior do estado de São Paulo.

Publicidade

Ele falou sobre o alívio de ter conseguido sobreviver a tragédia e ressaltou a tristeza por ter perdido nove amigos que acabaram morrendo no acidente. Antônio disse que o grupo era como uma grande família. A irmã do sobrevivente disse que foi um grande alívio o irmão ter sido resgatado vivo depois do desabamento. Contudo, ela ressaltou estar triste pelos familiares que perderam os seus entes queridos.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.