in

Pescador de 30 anos morre após pular em lago para fugir de enxame de abelhas e ser atacado por piranhas

O homem pescava na companhia de dois amigos, que também foram atacados pelas abelhas.

Jornal Extra | Meus Animais

O que parecia ser mais um momento de descontração e lazer entre amigos se tornou um pesadelo para um homem de 30 anos. A vítima pescava na companhia de duas pessoas em um lago localizado em Brasilândia de Minas, Minas Gerais, quando todos foram atacados por um enxame de abelhas. Os amigos pularam na água para fugir dos ataques das abelhas, mas apenas dois deles conseguiram retornar.

Publicidade

De acordo com o Jornal Folha UOL, a tragédia ocorreu no último sábado (30). O Corpo de Bombeiros foi acionado para o resgate, porém, sem os equipamentos necessários, não puderam realizar as buscas pelo corpo do rapaz. No último domingo (31), a vítima foi encontrada sem vida pela equipe.

Segundo a equipe do Corpo de Bombeiros, o rapaz foi encontrado vestido e em uma posição proveniente a afogamento. Porém, detalhes chamaram a atenção do mergulhador que encontrou o corpo. A vítima possuía diversas lacerações pelo corpo, aparentemente provocadas por mordidas de piranhas, animal típico em rios e lagos.

Publicidade

O homem possuía lesões no rosto, nas orelhas e em um dos punhos. Sem a realização da autópsia não se pôde afirmar qual foi a causa da morte. Registros do corpo foram feitos para uma possível perícia, que não foi realizada no momento por não existirem indícios de crime.

Publicidade

Especialistas recomendam cautela ao adentrar em lagos ou rios calmos que possuam água turva. Em caso de ataque, a vítima deve procurar atendimento médico de forma imediata, já que mordidas de piranhas podem causas infecções graves e até mesmo tétano. Informações sobre o velório da vítima não foram divulgadas.

Publicidade
Publicidade