in

Mesmo sem a consolidação do Auxílio Brasil, chega ao fim o programa Bolsa família

O benefício, que durante 18 anos ajudou os mais necessitados, terá a sua última parcela paga nesta sexta-feira, 29.

Marcos Rocha/ FDR

Após 18 anos beneficiando milhares de famílias brasileiras, o governo paga a última parcela do Bolsa Família nesta sexta-feira, 29. Recebem o benefício aqueles que possuem o NIS encerrado em 0. Já no mês de dezembro, não há previsão de novos repasses do Bolsa Família. Ao invés disso, quem hoje está em situação de pobreza e extrema pobreza no Brasil passará a receber de um novo programa social, o Auxílio Brasil. 

Publicidade

Vale destacar que o Bolsa Família, considerado uma forte política pública de cunho social, foi encerrado por decisão do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que tomou tal decisão devido ao seu desejo de criar um programa social que leve o seu nome. Mesmo assim, vale destacar que a proposta do Auxílio Brasil ainda não foi consolidada.

Com o fim do Bolsa Família, o Governo Federal afirma que as famílias que mais necessitam poderão contar com mensalidades no valor de R$ 400, fornecidas pelo Auxílio Brasil. Ao menos 17 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas com o novo benefício social, segundo estimativas do governo.

Publicidade

Vale destacar que não há informações sobre período de cadastramento, contudo, já se sabe que, para receber o benefício, a pessoa terá que estar inscrito no CadÚnico. Desta forma, é aconselhável que, caso você queira ser um dos beneficiários, inscreva ou atualize os seus dados o mais breve possível.

Publicidade

Há algumas semanas, o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que, sem aprovações no Congresso, seria impossível pagar o valor de R$ 400 em novembro. Mesmo assim, depois que um artigo sobre o assunto foi publicado, o Ministério da Cidadania destacou que o Governo Federal garante o pagamento de R$ 400, mesmo que seja pago de forma retroativa no mês de dezembro.

Publicidade

Publicidade