in

Auxílio Brasil: governo confirma o benefício e define data para início dos pagamentos

Benefício ficará no lugar do tradicional Bolsa Família; pagamentos devem seguir modelo atual.

© MARCELLO CASAL JRAGÊNCIA BRASIL

Através do Ministério da Cidadania, o governo federal informou à TV Globo que deve iniciar os pagamentos do Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, a partir do próximo mês. O intuito é iniciar o cronograma tendo como base o mesmo calendário do programa anterior, mas com um reajuste de cerca de 20% em relação aos valores pagos até outubro.

Publicidade

Com isso, o início dos pagamentos deve se dar entre os dias 17 e 30 de novembro, sendo respeitado a ordem do dígito final do NIS (Número de Inscrição Social) do beneficiário. Segundo informações do governo, no mês de novembro, ainda não será pago a complementação temporária que vai levar o benefício para, no mínimo, R$ 400 por família.

O exemplo abaixo simula como ficará o modelo de uma família que recebe R$ 200 do Bolsa Família.

Publicidade
  • Novembro: R$ 240 (valor atual, corrigido em 20%)
  • Dezembro: R$ 560 (R$ 240 de Auxílio Brasil + R$ 160 para alcançar o valor mínimo + R$ 160 para complementar a parcela de novembro).

Milhões “invisíveis”

Com a descontinuação do Auxílio Emergencial, que terá pagamentos concluídos até o final de outubro, cerca de 20 milhões de brasileiros devem deixar de ser contemplados com benefícios pagos pelo governo federal.

Publicidade

Ao todo, computando todas as extensões fixadas do Auxílio Emergencial, os beneficiários receberam 16 parcelas do benefício, sendo nove delas no ano passado e outras sete em 2021. 

Publicidade

Nesta quinta-feira (28), beneficiários do público geral nascidos em agosto tiveram a sétima e última parcela depositada na poupança digital. Os integrantes do Bolsa Família com NIS final 9 também receberam, mas já sendo contemplados com o dinheiro em espécie.

Publicidade