in

Adolescente usou panos de prato e álcool em gel para matar irmãos; menor não demonstrou arrependimento

De acordo com a polícia, os irmãos de 4 e 2 anos teriam sido carbonizados ainda vivos.

G1 | Jornal O Dia | Divulgação

Detalhes sobre o crime bárbaro que chocou moradores de Maricá, no Rio de Janeiro, seguem sendo divulgados pela polícia. De acordo com o Jornal O Dia, Vicente e Valentim, de 4 e 2 anos, foram mortos pelo próprio irmão de 16 anos enquanto a mãe ia até um mercado próximo. O adolescente teria esganado e carbonizado os irmãos ainda vivos.

Publicidade

Segundo as investigações, o irmão das vítimas usou panos de prato e álcool em gel para cometer os crimes. Ao retornar para casa, a mãe, que não teve a identidade revelada, se deparou com os corpos dos filhos em chamas no chão. Apesar das tentativas de socorro, Valentim e Vicente vieram à óbito.

Após ser apreendido pela polícia, o adolescente confessou o crime e afirmou que foi motivado pelo ciúme que tem pela mãe, e pelo ódio que sente pelo padrasto, pai das crianças. Ainda de acordo com o Jornal O Dia, o menor não demonstrou arrependimento em ter cometido os assassinatos.

Publicidade

Nesta quinta-feira (27), os corpos de Vicente e Valentim serão sepultados às 15h30 no Cemitério Memorial do Rio, em Cordovil, Zona Norte do Rio, onde os familiares terão a chance de se despedirem. O crime brutal ganhou grande repercussão na cidade de Maricá, que possui cerca de 165 mil habitantes.

Publicidade

Em nota, a prefeitura da cidade afirmou estar profundamente triste com a tragédia, e garantiu que prestaria todo o apoio necessário à família. O adolescente responsável pelo crime foi encaminhado ao Degase onde cumprirá as medidas socioeducativas impostas por lei no caso de menores de idade.

Publicidade
Publicidade