in

Caso Henry: novas imagens sugerem que Jairinho tentou salvar o menino, mas delegado rebate

Imagens da câmera de segurança do elevador do prédio mostram Jairinho assoprando a boca do menino.

Reprodução: G1

A defesa de Jairo Souza Santos Júnior, o vereador cassado Dr. Jairinho, tem tentado de todas as formas mostrar que ele é inocente na morte do menino Henry Borel, de quatro anos. Henry morreu na madrugada do dia 8 de março. Jairinho e a ex-namorada, Monique Medeiros, estão presos desde o dia 8 de abril.

Publicidade

Na primeira audiência no Tribunal de Júri, Jairinho participou por vídeo. Monique esteve presente e chorou em alguns momentos. Nesta terça-feira (26), a defesa de Jairinho apresentou vídeo da câmera de segurança do elevador do prédio onde moravam, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Estas imagens mostram Jairinho assoprando a boca de Henry. A defesa do ex-vereador alega que a imagem provaria que o menino foi levado ao hospital ainda com vida. Não é o que diz o inquérito policial. O delegado responsável, Henrique Damasceno, prestou depoimento à Justiça.

Publicidade

Segundo Damasceno, laudos demonstraram que Henry já chegou morto ao hospital para onde foi levado pela mãe e pelo padrasto naquela madrugada. O delegado ainda criticou a atitude de Jairinho. “Você soprar a boca de uma criança no colo, desfalecida, não é o procedimento certo em um caso como esse”, afirmou. O vídeo com a imagem foi exibido no primeiro dia de julgamento.

Publicidade

Jairinho e Monique seguem presos e poderão comparecer à próxima audiência, que foi marcada para dezembro. Os dois são acusados por homicídio triplamente qualificado. Ainda não há previsão de quando será dado o veredicto final do caso que chocou o Brasil neste ano de 2021.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!