in

Cientista que liderou pesquisas sobre a Covid-19 morre vítima da doença aos 59 anos

Profissional tinha um vasto currículo de contribuições à ciência brasileira.

Marco Cavalcanti/Universidade Federal de Uberlândia/Divulgação

Um dos responsáveis por coordenar pesquisas importantes relacionadas ao coronavírus, o cientista Luiz Ricardo Goulart Filho, de 59 anos, foi mais uma vítima fatal da Covid-19, não resistindo às complicações da doença. O óbito foi registrado neste domingo (24), em Uberlândia (MG).

Publicidade

Em nota oficial emitida, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lamentou a morte do pesquisador, se solidarizando com os familiares de Luiz Ricardo. Chefe da pasta, o ministro Marcos Pontes também desabafou sobre a perda, mas não revelou a causa da morte, que acabou sendo confirmada pela Fapemig, em comunicado.

Com um vasto currículo de formações em ciências biológicas, Luiz Ricardo integrou estudos importantes em tempos de luta contra a Covid-19, chegando a participar de um promissor teste para identificar o coronavírus por meio da saliva. Influente, o cientista aparece entre os profissionais da área com o maior número de patentes solicitadas. Ao todo, são 69 registros.

Publicidade

Luiz Ricardo ainda desempenhava a função de professor na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) desde 1992. Em nota, a instituição educacional prestou homenagens ao docente. O cientista deixa a esposa e três filhos. Além da UFU, ele atuava como professor adjunto na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desde o ano de 2013.

Publicidade

Cerimônias

De acordo com informações do portal Metrópoles, o velório de Luiz Ricardo ocorreu durante a manhã desta segunda-feira (25), entre às 9h e 15h, na Funerária Paz Universal, em Uberlândia, Minas Gerais. O sepultamento se deu logo na sequência. 

Publicidade

Publicidade