in

Pop-it: brinquedo febre da criançada é alvo de ataques pelos mais conservadores

O brinquedo vem sendo alvo de ataques após ter as suas cores relacionadas ao movimento LGBTQIAP+.

LEO MARTINS (Reprodução Extra)

Pop-it, o brinquedo febre do momento, está sendo alvo de ataques dos mais conservadores, por meio das redes sociais. Isso, depois que um pastor publicou um vídeo, no YouTube, relacionando as cores do brinquedo às cores da bandeira LGBTQIAP+; e acusou o movimento de tentar “destruir a família“. 

Publicidade

O barbeiro Rafael, de 30 anos, dividiu a sua experiência com a filha para o jornal Extra. Ele contou que um dia estava no trabalho e recebeu uma mensagem da filha, Manoela, de 7 anos, pedindo para que ele a comprasse o brinquedo Pop-it, que é feito de silicone flexível. Depois disso, o barbeiro não demorou muito para presentear a filha com a novidade. 

Animado para presentear a filha, o barbeiro escolheu um Pop-it no formato de borboleta e todo colorido. De início, a menina amou a novidade, mas dias depois avisou ao patriarca que havia desistido do brinquedo. Rafael contou que Manuela começou a dizer que o brinquedo era do diabo e que queria destruir a família. O barbeiro disse ter ficado aterrorizado com a atitude da filha, isso porque “a criança é pura”.

Publicidade

Manoela vive com a mãe, que é evangélica em Niterói. Rafael, por sua vez, mora na cidade de Deus, no Rio, com a sua nova família. Depois que a filha mais velha recusou o brinquedo, ele optou por presentear a filha mais nova e lamentou o fato de que Manoela esteja crescendo e aprendendo a odiar o que é diferente.

Publicidade

Após o vídeo do pastor, outros milhares de conservadores também passaram a assemelhar às cores do brinquedo ao movimento. Alguns vídeos sobre o assunto já ultrapassam as 100 mil visualizações.

Publicidade

Contudo, antes mesmo da publicação do pastor, a dona de casa Anete Vieira, de 38 anos, já havia relacionado as cores do brinquedo ao movimento. Diante disso, ela disse ao Extra não ver nenhum problema com o novo passatempo da criançada, no entanto, destacando uma orientação cristã, ela optou por comprar um Pop-it de cor única para o filho mais velho, Davi, de 6 anos. Além de Davi, Anete também é mãe da recém-nascida Adele.

Publicidade