in

Grupo mascarado invade memorial russo que exibia filme sobre a era Stalin

Manifestantes pró-Stalinismo interrompem o filme que retratava a opressão e a fome que matou milhões de camponeses na Ucrânia.

Allstar/Film Produkcja

Na noite da última quinta-feira, 14, durante a exibição do filme britânico chamado Sr. Jones, o qual retrata a opressão vivida na Ucrânia durante o governo de Stalin em 1930, um grupo mascarado invadiu o evento no memorial em Moscou, na Rússia, ordenando que as pessoas fossem embora, criticando o filme.

Publicidade

Através das câmeras de segurança, foram observadas cerca de 30 pessoas responsáveis pela invasão aos escritórios da ONG, que estava divulgando o filme no memorial da capital russa. De acordo com as testemunhas, o grupo enquanto ordenava que parassem a exibição, gritavam repetidamente a palavra ‘vergonha’.

Irina Sherbakova, advogada do Memorial, demonstrou-se intrigada com a postura adotada pela Polícia após chegarem no local, pois, as autoridades trancaram os funcionários e frequentadores do memorial por horas, tirando o foco do grupo ainda não identificado que invadiu a sessão. “Foi estranho, a polícia começou a nos questionar e não os que realmente atrapalharam o filme”, declarou Irina.

Publicidade

Vale ressaltar que, o memorial tem passado por uma grande pressão por parte do governo local, devido sua finalidade em prol da proteção dos Direitos Humanos. Através de uma lei em 2012, organizações desta natureza, foram consideradas como “agente estrangeiro”, desta maneira, obrigados a fornecerem detalhadamente as suas finanças a cada trimestre.

Publicidade

Em uma pesquisa realizada na Rússia, em maio deste ano, 56% das pessoas alegaram que o ditador Stalin, era um ‘grande líder’. De acordo com a ONG, novos ataques ocorrerão, considerando que o resultado obtido foi o dobro da última pesquisa no ano anterior.

Publicidade
Publicidade