in

Mais de 40 pessoas morreram pisoteadas por elefantes; turista de 71 anos é o caso mais recente

Mais de 40 pessoas já morreram pisoteadas por elefantes em parque do Zimbábue em 2021.

Foto: Philimon Bulawayo/Reuters

Um homem de 71 anos, que estava fazendo turismo em um parque nacional no Zimbábue, morreu ao ser pisoteado por um elefante. Essa informação foi revelada na quinta-feira (14) pela agência que faz gestão dos parques no país africano.

Publicidade

Esse é o segundo ataque que aconteceu em um curto período de dias, sendo que o outro acidente foi em outra localidade. O filho do turista estava presente e viu o pai dele ser morto. Tudo aconteceu no parque Mana Pools, que fica em uma várzea do rio Zambezi. Um local com muitos pântanos e animais.

O nome do turista é Michael Bernard Walsh, um veterinário que mora na Cidade do Cabo. Ele era um visitador frequente do parque, indo ao local todos os anos em mais de três décadas. Os dois estavam há cerca de 40 metros de distância do veículo, quando animal os atacou. O idoso não conseguiu entrar no carro a tempo.

Publicidade

Nos últimos anos aconteceu um relativo aumento dos casos de conflitos entre elefantes e seres humanos. Mais de 40 pessoas já faleceram dessa forma nos parques do país, ou em áreas rurais, somente neste ano de 2021.

Publicidade

Nesses meses do ano, o clima no local é quente e úmido, com menos água e comida para os animais. Por conta disso, uma parte dos animais vai até locais urbanizados em busca de fonte de alimento.

Publicidade

Segundo autoridades locais, é estimado que há em torno de 85 mil elefantes no país. Botsuana, um país vizinho, pode ter até 130 mil. As duas nações abrigam as maiores populações de elefante do planeta. Os governos afirmam que estão com dificuldade para controlar e conservar o local, solicitando para ser possível vender o marfim apreendido para angariar fundos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Nado Calegari

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .