in

Terremotos matam 20 pessoas, ferem centenas e derrubam mais de 100 casas

Tremores foram registrados em cidade próximas de Quetta, onde vivem em média 1 milhão de pessoas.

Naseer Ahmed/Reuters - Reprodução G1

Dois terremotos de magnitudes de 5,9 e 4,6 foram identificados no sul do Paquistão na manhã desta quinta-feira (7), noite de quarta-feira (6) no Brasil. O abalo sísmico deixou pelo menos 20 pessoas mortas e mais de 300 feridos.

Publicidade

A maioria das vítimas são crianças e mulheres. Ainda conforme as equipes de resgate e autoridades locais, o número de mortos pode ser ainda maior, pois mais de 100 casas feitas de barro desabaram com os fortes tremores.

A cidade que mais sentiu os abalos e o poder de destruição foi Harnai, onde não há estradas pavimentadas e alta precariedade de eletricidade e sinal de telefonia, o que contribuiu para dificultar o resgate das vítimas. O município é próximo das fronteiras com o Afeganistão e com o Irã.

Publicidade

Outra cidade atingida foi Quetta, que tem pelo menos 1 milhão de moradores. O município já foi atingido por um terremoto que devastou o local em 1935, deixando mais de 30 mil vítimas.

Publicidade

Há informações de que 15 trabalhadores ficaram presos em uma mina de carvão nas proximidades de Harnai”, disse Mir Zia ullah Langau, ministro do Interior da província do Baloquistão. Foram enviados para essa mina uma equipe de emergência e helicópteros para auxiliar no resgate. O trabalho de mineradores no período da noite é bastante comum no país, pois nesse período do dia a temperatura é amena, dando melhores condições de trabalho.

Publicidade

O tremor de 5,9 aconteceu a 20 quilômetros de profundidade, com epicentro a 102 km de Quetta. Já o segundo, que atingiu 4,6 graus de magnitude, foi registrado no mesmo lugar, a 10 km de profundidade. Quanto mais próximo da superfície terrestre, maior é o poder de destruição.

Publicidade

Escrito por Nado Calegari

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .