in

Caso Henry: Justiça toma atitude contra Monique e Jairinho; pai de Henry pode receber R$ 1,5 milhão

Monique e Jairinho estão presos desde o dia 8 de abril acusados de matar Henry Borel.

REPRODUÇÃO RECORD TV / ARQUIVO PESSOAL MONIQUE MEDEIROS

A fase preliminar do julgamento de Monique Medeiros e Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, começa nesta semana. Testemunhas que deveriam depor nesta quarta-feira (6) estavam desaparecidas até ontem. A Justiça não conseguiu localizar quatro pessoas: duas médicas que atenderam Henry, a babá do menino e uma ex-mulher de Jairinho.

Publicidade

Nesta segunda, Jairinho e Monique sofreram derrota na Justiça. A juíza Elizabeth Machado Louro, do 2º Tribunal de Júri, determinou a queda dos sigilos fiscal e bancário do padrasto e da mãe de Henry. A decisão pode beneficiar o pai do garoto, Leniel Borel de Almeida.

O Ministério Público pediu indenização de R$ 1,5 milhão para Leniel. Com a quebra dos sigilos fiscal e bancário, será possível avaliar o patrimônio dos dois e com qual quantia Leniel pode ser indenizado. A decisão da juíza reconsidera o que havia sido decidido pelo juiz Daniel Costa. Em agosto, ele havia negado a autorização para quebra dos sigilos.

Publicidade

Morte de Henry

Henry Borel morreu na madrugada do dia 8 de março. Ele tinha apenas quatro anos e deu entrada em hospital do Rio de Janeiro já sem vida. Jairinho e Monique contaram que haviam acordado de madrugada e o menino estava caído no quarto.

Publicidade

As investigações apontaram que Henry foi agredido por Jairinho. As agressões, aliás, já haviam acontecido antes, como mostraram conversas da babá, Thayná Oliveira, com Monique Medeiros. Jairinho, vereador eleito pelo Rio de Janeiro, teve o mandato cassado. Os dois foram presos no dia 8 de abril e permanecem na cadeia desde então.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!