in

Mulher morre após ser atacada por cachorro, mas consegue salvar 2 filhas; vizinha relatou momentos de horror

A vítima chegou a ser levada no suporte aéreo para uma unidade de saúde.

Yahoo/Montagem Aurilane Alves

Uma mulher morreu após ser atacada por um cachorro de grande porte dentro de sua casa. Enquanto era brutalmente ferida, a vítima gritou para que suas filhas saíssem do local para não serem atacados pelo animal.

Publicidade

Amber LaBelle era moradora da cidade de Myrtle Point, no condado de Coos, no estado de Oregon, nos Estados Unidos. Ela vivia na residência com suas duas filhas, que conseguiram sair ilesas após o ataque o cachorro.

O animal que feriu Amber já tinha histórico de outros ataques e era da raça Bulldog Americano com  Pit Bull. O triste episódio aconteceu no último dia 24 de setembro, mas somente agora foi divulgado. 

Publicidade

Uma amiga da vítima conta que escutou Amber gritar e correu para ver o que estava acontecendo. Ao chegar na residência da amiga, a mulher se deparou com as duas meninas e viu o ataque do animal. Ela começou a gritar por ajuda na mesma hora. 

Publicidade

Vizinhos acionaram a emergência e uma ambulância chegou ao local. “Foi uma cena muito ruim … Tínhamos outro vizinho segurando um cachorro, um cachorro muito grande, e eu simplesmente passei pelo cachorro e corri direto para Amber. Ela não respondeu na hora“, relata a amiga da vítima.

Publicidade

Amber foi levada às pressas pelo serviço aéreo da emergência e atendida em um hospital, mas devido aos graves ferimentos provocados pelo cachorro, teve morte declarada na manhã do dia seguinte.

Jess Allen, ex-companheiro de Amber, diz que a última coisa que ela fez foi salvar a vida das crianças e que será “eternamente grato” pela atitude da mãe das meninas.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.