in

Nova regra do Pix passa a valer a partir desta segunda-feira (4); mudança será válida para todos os usuários

A medida havia sido anunciada em agosto, porém, só passou a vigorar nesta segunda-feira (4).

Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Desde que foi anunciada a chegada do Pix por parte do Banco Central, a função tem sido uma das ferramentas mais utilizadas para a realização de transações financeiras. Disponível 24h por dia, rápido, prático e o melhor de tudo, sem custo algum, o Pix acabou se tornando o queridinho da grande maioria de usuários das instituições financeiras.

Publicidade

Contudo, a popularidade desta função não chamou atenção apenas das pessoas que a utilizam pensando em sua praticidade, mas também de criminosos, que acabaram substituindo a antiga saidinha de banco por sequestros relâmpagos com a única intenção de fazer com que as vítimas transfiram dinheiro através do Pix.

Com base nisso, passa a valer a partir desta segunda-feira (4) o limite de R$ 1 mil para a realização de operações digitais entre pessoas físicas, através do Pix, no período da noite, entre 20h e 6h.

Publicidade

Segundo o Banco Central, desenvolvedor da ferramenta, a nova regra visa garantir maior segurança e reduzir a vulnerabilidade dos sistemas contra a ação de pessoas má intencionadas.

Publicidade

A nova regra, que já havia sido anunciada em agosto, também é válida para cartões de débito em caso onde a transação seja efetuada em ferramentas como o Whatsapp Pay.

Publicidade

Embora a medida passe a valer a partir desta segunda-feira (4), o limite ainda pode vir a ser modificado pelo cliente que assim desejar, porém, nunca por iniciativa da instituição financeira. Além disso, a modificação terá prazo mínimo de 24 horas para ser efetivada. Caso não seja solicitada a mudança, fica estabelecido por padrão o limite citado.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.