in

Ameaçada pelo marido, mulher finge pedir pizza e consegue acionar a polícia

O policia que atendeu a ligação entendeu o pedido de socorro e enviou uma equipe ao local.

Divulgação/Polícia Militar

Um pedido de socorro em Ceilândia, Distrito Federal, chamou a atenção da Polícia Militar na noite dessa última terça-feira (29), após uma mulher ligar para a delegacia fingindo estar pedindo uma pizza. A mulher, de 38 anos, conseguiu ligar para o 190 e fingiu estar pedindo comida, numa tentativa de conseguir socorro.

Publicidade

O policial que atendeu a ligação conseguiu entender o pedido de socorro e acionou uma equipe para ir até a casa da família, procurando verificar a situação. Ao chegar no local, um irmão da mulher confirmou para os policiais as ameaças sofridas e uma faca que estava sendo usada pelo agressor foi apreendida, além de conduzi-lo para a delegacia.

Durante depoimento à Polícia Civil, a mulher relatou que tem um relacionamento de aproximadamente 10 anos e que possuem dois filhos, de 1 e 4 anos. A vítima explicou que as ameaças do marido começaram após uma discussão no último domingo (26) e voltaram a acontecer nessa terça-feira (28).

Publicidade

Ela também afirmou que foi agredida pelo homem com vários puxões de cabelo, tapas e xingamentos, mas decidiu não denunciar os abusos durante a primeira discussão. No entanto, a situação voltou a ficar agressiva, após o homem voltar para casa embriagado e pegar uma faca para ameaçá-la, amolando o objeto na frente da vítima e afirmando que iria matá-la.

Publicidade

Assustada, a mulher decidiu chamar a polícia e tentou pensar em um jeito de pedir socorro sem que o companheiro notasse, decidindo fingir que estava pedindo uma pizza e torcendo para que os policiais entendessem a mensagem.

Publicidade

A investigação da caso está sob responsabilidade da Delegacia de Proteção à Mulher (Deam II) e do delegado Egiton Rocha, que explicou as ameaças feitas pelo agressor contra a vítima. Ele declarou que além das agressões físicas relatadas pela vítima, o marido também prometeu matá-la e amolava a faca na frente dela para amedrontá-la.

O homem acabou preso em flagrante por ameaça e foi levado para a Deam II, em Ceilândia, e permanece detido. Já a vítima foi encaminhada para o IML (Instituto Médico Legal) para realizar exames. A Polícia Civil declarou que a mulher apresentava algumas lesões no corpo, supostamente provocadas pela agressão doméstica do marido.

Publicidade
Publicidade