in

Garoto de 6 anos morre após contrair ameba ‘comedora de cérebro’ em parque público

A criança de seis anos morreu após ser contaminado com a ameba comedora de cérebro.

Pais&Filhos

Uma menino de seis anos, que estava sendo tratado de meningoencefalite amebiana primária, morreu em um hospital americano, segundo informação das autoridades americanas, nesta última segunda-feira, 27 de setembro. A doença é considerada rara pela medicina, mas acabou ficando conhecida porque é provocada por uma ameba, que é um organismo de apenas uma célula.

Publicidade

Esse organismo tem a capacidade de ‘comer’ o tecido cerebral do ser humano. A Naegleria fowleri, nome cientifico do micro-organismo, conseguiu entrar no corpo da criança após ele ter brincado em um parque aquático público que fica localizado no estado americano do Texas. De uma forma popular, se fala que a ameba parasita come cérebros, mas o seu principal alimento são bactérias que vivem na água.

Quando a ameba comedora de cérebro entra em contato com o organismo do ser humano, ela não consegue encontrar os nutrientes necessários para a sua sobrevivência. Por esse motivo, ela ataca as células cerebrais em busca dessas substâncias. As autoridades sanitárias locais detectaram falhas no sistema que atesta a qualidade da água em muitos parques que estão espalhados pelo estado.

Publicidade

Um processo de investigação que ocorreu no começo do mês atestou a falha. Isso aconteceu após o garoto ter dado entrado no hospital. Infelizmente, a criança morreu depois de seis dias hospitalizado. Para quem não sabe, a presença desse tipo de micro-organismo é algo comum em águas mornas, porém, infecções desse tipo são consideradas raras.

Publicidade

De acordo com o CDC – Centro de Controle de Prevenção de Doenças, nos últimos 10 anos foram registrados 34 casos envolvendo a ameba comedora de cérebro nos Estados Unidos. O indivíduo acaba sendo infectado quando a água que contém o micro-organismo entra no corpo através do nariz. No geral, a contaminação ocorre quando vão mergulhar ou nadar em rios e lagos.

Publicidade
Publicidade