in

Suposto padre surge dançando grudado com jovem em festa e deixa cidade em choque, arquidiocese se manifesta

Moradores da cidade reconheceram o homem que aparece em imagens como o padre da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.

Globo

Os padres são figuras importantes para as pessoas que são católicas. Eles são os responsáveis pela ministração das missas e de muitas cerimônias religiosas da Igreja Católica Apostólica Romana, como é o caso do casamento, batizados e crisma. Além de ouvir a confissão dos pecados dos fiéis dando a penitência devida.

Publicidade

Portanto, os fiéis da igreja católica tem o padre como um modelo de pessoa que busca a santidade. Por esse motivo, os moradores da cidade de Ananindeua ficaram chocados ao se deparar com uma cena bem inusitada. A população afirmou que um homem que foi visto dançando coladinho com uma mulher seria o padre da localidade.

A arquidiocese de Belém, que a responsável pela Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, se pronunciou sobre o caso através de um comunicado. Eles não confirmaram se realmente o homem flagrado na dança é o padre. Contudo, deixaram claro que estão cientes da situação e que os próximos passos a serem tomados, que inclui escutar o religioso, estão sendo estudados pela Arquidiocese.

Publicidade

Segundo informação do portal de notícias Dol – Diário Online, o vídeo teria sido feito por Noelle Araújo, que se apresenta como sendo influenciadora digital. As imagens que foram registradas mostram o rapaz empolgado dançando com uma moça. Em alguns momentos, ele até passa a mão pelo corpo da jovem demostrando muita intimidade.

Publicidade

Moradores do município reconhecem no registro que está circulando pela internet, Leonardo Francisco Pereira dos Santos Bonze, que seria o padre da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. A instituição religiosa e o padre foram procurados pela reportagem do O Globo, mas preferiram não se manifestar sobre o assunto.

Publicidade

A casa de shows onde o suposto sacerdote foi filmado fica localizada na Região Metropolitana de Belém. Durante a pandemia, o local já foi fechado por estar fazendo festinhas clandestinas. Vale ressaltar que no registro ninguém está usando máscara.

Publicidade
Publicidade