in

Vulcão abre nova boca eruptiva; 166 casas já foram destruídas

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção explosiva no último domingo, 19, e segue devastando a região de La Palma.

Desirreé Martin/AFP/MetSul Meteorologia

O vulcão Cumbre Vieja, que entrou em erupção explosiva no último domingo, 19, abriu uma nova boca eruptiva próximo ao município de Tacande, em El Paso, na ilha de La Palma. Diante disso, mais pessoas tiveram que fugir de suas casas.

Publicidade

De acordo com informações divulgadas pelo Pevolca (Plano Especial de Proteção contra o Risco Vulcânico das Canárias, essa nova boca, que já foi a 9ª aberta pelo Cumbre Vieja, acabou sendo aberta apenas 900 metros da principal.

Atualmente, uma parede de lava com metros de altura segue avançando sobre as áreas habitadas da região. Satélites do sistema da Copernicus, atualmente, a lava já cobre 103 hectares de terra. Além disso, 166 casas e vários edifícios também já foram destruídos no arquipélago das Canárias.

Publicidade

Publicidade

Estima-se que ao menos seis mil pessoas tiveram que sair de suas casas. Algumas delas, porque suas residências ficam localizadas nas proximidades da zona de erupção, já outras porque as casas ficam localizada no caminho em que a lava irá percorrer.

Publicidade

La Palma não enfrentava uma erupção desde outubro de 1971, quando o vulcão Teneguia chegou a expelir lava por três semanas. Vale destacar que com 85 mil habitantes, La Palma é uma das oito ilhas existentes no Arquipélago das Canárias. 

De acordo com informações, o cenário atual ainda alerta para a abertura de novas fissuras eruptivas, isso porque a superfície continua a inflar e se deformar, o que sinaliza mais magma sendo armazenado no subsolo que pode acabar irrompendo na superfície. Segundo especialistas, os caminhos criados pela lava até o momento não são grandes o suficiente, por isso, o vulcão pode acabar aumentando-as com aberturas de mais fissuras. 

Publicidade
Publicidade