in

Avião que caiu no interior de São Paulo e matou família havia sido vistoriado um dia antes da tragédia

Aeronave tinha toda a documentação regularizada nos órgãos competentes.

Reprodução/Twitter Corpo de Bombeiros PMESP

Um trágico acidente aéreo ocorrido na manhã desta terça-feira (14), em Piracicaba, no interior de São Paulo, matou os sete ocupantes do avião King Air 360 prefixo PS-CSM. A aeronave acabou caindo pouco tempo depois da decolagens. Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram o exato momento da queda.

Publicidade

Em nota emitida, a TAM Aviação Executiva informou que a aeronave que protagonizou o acidente havia sido submetida a uma vistoria na última segunda-feira (13). A empresa rechaçou a possibilidade de que o avião tenha apresentado defeito na hélice. 

A aeronave era de propriedade do empresário Celso Silveira Mello Filho, bastante conhecido no município de Piracicaba. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as sete pessoas que ocupavam o avião morreram no local. Logo após a queda, foi perceptível uma grande explosão e na sequência uma ‘cortina’ de fumaça. 

Publicidade

Família conhecida 

Além de Celso, que já havia exercido a função de presidente de um clube de futebol do município, estavam na aeronave a mulher dele, três filhos, além dos dois tripulantes (piloto e copiloto). O avião acabou caindo em uma zona de vegetação natural, nas proximidades da Fatec, uma universidade de tecnologia, situada no bairro Santa Rosa. 

Publicidade

Segundo a Agência Nacional de Avião Civil (Anac), a situação de aeronavegabilidade era normal. O King Air 360 tinha certificado e manutenção em dia. O modelo fabricado em 2019 tinha capacidade para transportar até oito passageiros. 

Publicidade

As causas e circunstâncias do acidente serão devidamente investigadas por órgãos competentes. Após o trágico ocorrido, o local já foi isolado para o trabalho dos peritos. Até o fechamento desta matéria, não havia maiores informações acerca da cerimônia de sepultamento das vítimas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade