in

Vítima de explosão em Araçatuba desabafa sobre drama vivido: ‘Acordei no hospital, vi que não tinha mais os pés’

Cleiton Alexandro Teixeira, de 25 anos, também perdeu a audição do ouvido direito após a explosão.

Metrópoles | Divulgação

Um mega assalto realizado em Araçatuba, interior de São Paulo, levou medo e pânicos aos moradores da cidade no último dia 27 de agosto. Pelo menos 20 homens assaltaram agências bancárias e fizeram pessoas que passavam na rua como reféns. De acordo com o site Metrópoles, Cleiton Alexandro foi uma das vítimas dos bandidos.

Publicidade

O servente de pedreiro voltava para casa no início da madrugada de bicicleta, quando foi atingido por explosivos deixados por bandidos. O jovem de 25 anos teve parte da mão atingida e os dois pés amputados, além de ter perdido a audição do ouvido direito. Cleiton recebeu alta médica na última sexta-feira (10).

O jovem deu detalhes sobre o dia do assalto, e revelou que não sabia da ação dos criminosos, por esta razão, passou pelo local. O servente de pedreiro confessou que chegou a tocar em um dos artefatos que estava preso em um celular. Ao pisar em outro artefato, ocorreu a explosão.

Publicidade

Lembro que estava caído todo machucado e depois acho que desmaiei. Quando acordei no hospital, vi que não tinha mais os pés“, desabafou o jovem. Após receber alta, Cleiton passou a morar com um irmão até que se reestabeleça da tragédia. O servente de pedreiro contou que recebeu duas próteses e deseja se adaptar à nova condição e ter uma vida normal.

Publicidade

Kléber, irmão de Cleiton, organizou uma vaquinha virtual para angariar fundos para os cuidados necessários ao jovem. A casa da família também deverá passar por modificações para que o servente de pedreiro possa viver em condições favoráveis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade