in

Morre motorista que teve corpo queimado após zombar de mau hálito de passageira

Wallison ficou internado por 11 dias e não resistiu às queimaduras em 80% do corpo.

Reprodução G1

O motorista Walisson Barbosa dos Santos, de 35 anos, morreu neste domingo (12). Ele estava internado em hospital de Anápolis, em Goiás, havia 11 dias. Walisson teve 80% do corpo queimado ao ser atacado por uma passageira no terminal de ônibus da cidade localizada a 55 quilômetros de Goiânia.

Publicidade

A mulher contou ser alvo de gozações por parte de funcionários da empresa de ônibus. No dia do ataque, o motorista Walisson teria feito brincadeira sobre o mau hálito dela, colocando a mão no nariz enquanto ela falava. Revoltada, a mulher dirigiu-se a um posto de combustível, comprou o produto e retornou ao terminal.

No local, ela se colocou próximo à janela do ônibus e ateou fogo. Imagens mostram as chamas na cabine do ônibus. A mulher foi detida por populares até a chegada da polícia. Na delegacia, ela não demonstrava arrependimento. A mulher responderia por tentativa de homicídio. Com a morte de Walisson, esse status deve mudar.

Publicidade

Publicidade

A mulher pode agora responder por homicídio e ainda ter agravantes, como motivo torpe. Walison morreu durante a madrugada, após sofrer três paradas cardíacas. O quadro dele era considerado gravíssimo. Com as queimaduras pelo corpo, desencadeou-se um processo de infecção generalizada e ele não resistiu aos ferimentos.

Publicidade

A família do motorista estava muito abalada com o ocorrido. Walisson era muito querido por todos. Jovem, ela teve a vida interrompida por uma suposta brincadeira. A identidade da mulher que ateou fogo em Walisson não foi divulgada pela polícia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!