in

Bolsonaro faz apelo a caminhoneiros, mas paralisação continua: ‘Prejudica todo mundo’

Mesmo após um áudio de Bolsonaro apelando para que as estradas fossem liberadas, diversos estados ainda sofrem com o problema.

Reprodução/Divulgação/IstoÉ

Na na última quarta-feira, 8, teve início a greve dos caminhoneiros e continua nesta quinta-feira, 8, isso mesmo diante de um apelo feito pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) para que os profissionais da categoria liberassem as ruas. Na manhã desta quinta-feira 8, quinze estados brasileiros ainda sofriam com as estradas bloqueadas.

Publicidade

De acordo com informações do Ministério da Infraestrutura, pela manhã alguns pontos essenciais foram liberados, como é o caso da BR-101 e BR-116 na Bahia, a BR-101 em Sergipe. Em Pernambuco, a BR-101 também foi liberada pela categoria, e no Rio Grande do Sul as estradas liberadas foram a BR-116 e a BR-392.

No início da tarde houve novas liberações. Desta vez, a Polícia Rodoviária Federal conseguiu a liberação da BR-285, no Km 302, em Passo Fundo. Além desta, a BR-285, no Km 672, localizado nas proximidades de São Borja, no Rio Grande do Sul, também já se encontra livre das paralizações.

Publicidade

Por meio de um áudio, Bolsonaro pediu para avisar aos caminhoneiros que a categoria é aliada do governo, contudo, o presidente destaca que os bloqueios atrapalham a economia brasileira.

Publicidade

Bolsonaro citou alguns dos problemas causados pelos bloqueios como a inflação e o desabastecimento. “Prejudica todo mundo”, afirmou o presidente, que ainda destacou que “os mais pobres” acabam sendo os mais prejudicados em relação ao assunto.

Publicidade

Na noite da quarta-feira, 8, o ministro Tarcísio de Freitas, a Infraestrutura, confirmou o áudio do chefe do Executivo e aproveitou para reforçar o apelo feito por Bolsonaro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade