in

Variante Mu, descoberta na Colômbia, colocou OMS em alerta por apresentar ‘constelação de mutações’

Mais uma variante do vírus da Covid-19 foi encontrado na América do Sul e causa preocupação na OMS.

Reprodução/Olhar Digital

No Brasil, o Covid-19 já causou mais de 584 mil mortes e infectou quase 21 milhões de pessoas. Depois do início da pandemia, várias variantes da doença apareceram pelo mundo. Cada uma delas possui algumas características específicas, podendo ser mais contagiosa ou mais agressiva ao apresentar os sintomas.

Publicidade

Nova variante encontrada na Colômbia

No dia 31 de agosto, foi detectada a nova cepa da Covid-19. Encontrada na Colômbia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) a chamou de Mu e a classificou como de “interesse”, ou seja, precisa de mais estudos para descobrir sobre sua real gravidade.

Mesmo sem conhecê-la a fundo, a OMS já a considera de alto risco por ela apresentar uma “constelação de mutações que indicam propriedades potenciais de escape da imunidade”. Isso quer dizer que, dependendo do nível de periculosidade da variante, ela pode bloquear os efeitos das vacinas.

Publicidade

As cepas encontradas no Brasil foram as Delta, Índia e Gama. Elas foram classificadas como de “preocupação”. Isso porque, depois de alguns estudos, elas apresentaram mais facilidade de transmissão quando comprada com o vírus original.

Publicidade

Casos encontrados da variante Mu

Além de poder apresentar um bloqueio contra os imunizantes, o que mais preocupa em relação à variante Mu é a proximidade entre o Brasil e seu países de origem, a Colômbia.

Publicidade

No mundo, ela é responsável por 0,1% dos casos registrados, na Colômbia, 39%, e no Equador (país vizinho) representa 13%. Segundo a OMS, foram identificados 4,5 mil casos da Mu pelo mundo, sendo 10 deles aqui no Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade