in

Manifestantes pró-Governo furam bloqueio em Brasília e invadem Esplanada dos Ministérios

Os protestos para o feriado de 7 de setembro prometem movimentar todo o país.

Divulgação/Cristiano Mariz + Site do O GLOBO

Manifestantes pró-Bolsonaro começaram a se organizar para os protestos nessa segunda-feira (06) e conseguiram invadir a Esplanada dos Ministérios em Brasília. Na noite dessa segunda, os policiais não conseguiram impedir o avanço dos manifestantes e de alguns caminhões, que conseguiram chegar a Esplanada.

Publicidade

O governo do Distrito Federal montou um esquema de segurança para não permitir a entrada de nenhum veículo no local. No entanto, por volta de 20h, os apoiadores do presidente pressionaram policiais para conseguir acessar a Esplanada e retiraram as grades de segurança que foram colocadas nas vias de acesso.

Segundo informações do GLOBO, o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Julio Danilo, informou que a Polícia Militar já estava negociando a saída dos caminhões da Esplanada dos Ministérios. O secretário ainda negou que os policiais militares no local tenham dado qualquer permissão para entrada dos veículos. 

Publicidade

Julio Danilo ainda declarou que os prédios do Congresso, Itamaraty e Supremo Tribunal Federal e estão preservados e seguros, além de informar que os policiais estão no local e a postos para impedir qualquer ato de vandalismo no protesto.

Publicidade

Os manifestantes que participaram da invasão da Esplanada dos Ministérios aproveitaram para montar várias barracas ao longo do gramado no local, contrariando o esquema de segurança que também não permitia acampamento no gramado.

Publicidade

Um dos filhos do presidente Bolsonaro marcou presença no protesto e, por volta das 22h, o deputado federal Eduardo Bolsonaro chegou ao local da invasão e subiu em um dos caminhões. Além do deputado, o ministro Wagner Rosário, da CGU, usou seu Twitter para elogiar a ação dos manifestantes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade