in

Varejo paulistano cresce 17,19% em agosto

Aumento ocorre quando índice é comparado a julho.

© Rovena Rosa/Agência Brasil

As vendas no comércio da cidade de São Paulo cresceram 17,9% em agosto em comparação ao mês de julho. Isso é o que apontou o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Publicidade

Para a associação, o aumento foi provocado pela frente fria que chegou à capital, pelo Dia dos Pais e também pela melhoria nas condições da pandemia do novo coronavírus, provocado pelo efeito da vacinação. 

O balanço de vendas também apontou alta de 30% em agosto na comparação anual. Esse aumento expressivo, segundo o economista-chefe da ACSP, Marcel Solimeo, é resultado da base fraca de comparação, já que em agosto do ano passado as restrições ao funcionamento do comércio eram maiores por causa da pandemia.

Publicidade

“Nossa expectativa se mantém. Até o final deste ano vamos atingir o mesmo patamar apresentado antes da pandemia. Não estamos falando de recuperação das vendas porque venda adiada é venda perdida”, explicou.

Publicidade

A vacinação, segundo Solimeo, tem ajudado no cenário de vendas do comércio em São Paulo, possibilitando maior flexibilização no horário do comércio. Mas outros fatores, além da pandemia, podem prejudicar o varejo paulistano. “A vacinação continua acelerando a tendência para o varejo melhora, mas temos problemas que podem afetar o desempenho, como o aumento da inflação, que vai comprometer a renda da população, e que exige atenção do governo, e também a crise energética”, finaliza.

Publicidade


Publicado em 06/09/2021 – 13:50 Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil – São Paulo


Edição: Fábio Massalli

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.